DNF será o substituto do Yum no Fedora 22

O Yum parece estar com os dias contados no Fedora, e com isto na maioria das distribuições que se baseiam no Red Hat. Quem irá substituí-lo será o DNF, um gerenciador de pacotes um pouco mais versátil que o Yum.

O DNF este sob desenvolvimento nos últimos dois anos e era um gerenciador de pacoes experimental que apresenta mais velocidade e versatilidade que o Yum. Ele esteve presente desde o Fedora 18 como um pacote experimental e em 2015, já no Fedora 22 será o padrão na distribuição Fedora.

========================== N/S matched: dnf ===============================
dnf-plugins-core.noarch : Core Plugins for DNF
python3-dnf-plugins-core.noarch : Core Plugins for DNF
dnf.noarch : Package manager forked from Yum, using libsolv as a dependency
: resolver
python3-dnf.noarch : Package manager forked from Yum, using libsolv as a
: dependency resolver

Name and summary matches only, use “search all” for everything.

Ele é considerado uma nova geração pois ele usa um novo backend ( hawkey/libsolv ). Ele é um fork do Yum 3.4 e provém uma perfomance melhor com um footprint menor da memória, um código bem mais limpo e funcional, uma definição bem planejada de API que pode permitir a outros projetos utilizarem melhor ele como base, e uma nova estrutura para solução de dependências ( o SAT ). Quem quiser testar já no Fedora 20 ou 21 poderão pois ele já estará nos pacotes adicionais. Quem quiser ir mais a fundo e ter mais informações sobre a ferramenta é só dar um pulo o wiki que tem informações bem detalhadas.

Outras coisas legais que teremos já no DNF também são uma documentada e sólida API em Python ( sim, pense, documentação que permitirá muita coisa legal para vir ), bindings em C e, olha que interessante, ele rodará tanto no Python 2 quanto no Python 3.

Há um anúncio na lista do Fedora que pode permitir conhecer um pouco mais sobre os planos da equipe do Fedora sobre o DNF.